Angola é dos países que mais compra armas de fogo na Africa Subsaariana 

Nos últimos cinco anos, os países da África Subsaariana foram responsáveis por 32% das importações de armas do continente. Volume de negócios garantido sobretudo por cinco países, Angola incluída.

Mais de metade (56%) das importações de armas por países da África Subsaariana, realizadas entre 2013 e 2017. Partiram de cinco países, nomeadamente Nigéria, Sudão, Angola, Camarões e Etiópia, sendo que, nesse período. Os subsaarianos foram responsáveis por 32% das compras do continente.


Os dados, recém-divulgados pelo Instituto Internacional de Investigação sobre a Paz de Estocolmo (SIPRI). No relatório Trends in International Arms Transfers 2017 (traduzível para Tendências no Negócio Internacional e Armas 2017). Indicam ainda que Angola é o terceiro maior comprador do Brasil, representando cerca de 10% das suas vendas.

Os principais exportadores de armas para África são contudo a Rússia, China e EUA, revela a análise.
O relatório assinala igualmente que apesar de, na última década, África ter reduzido em 22% as compras de armas. Alguns países quebram essa tendência.

É o caso da Argélia, Marrocos e Nigéria, sendo que neste último caso as importações de armas cresceram 42% desde 2008.
A nível global, o SIPRI aponta que as vendas de armamento aumentaram 10% nos últimos cinco anos. Período no qual os EUA conservaram-se como o líder de mercado, com 34% do negócio.

 

NovoJornal

PARTILHE ESTE ARTIGO EM:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *